Blog
Notícias, dicas e tutoriais.

Como desenvolver e utilizar a Inteligência Emocional

0

Desenvolver a Inteligência Emocional é um processo que não é feito da noite para o dia.

Isso porque desenvolver essa inteligência é algo que precisa ser trabalhado ao longo do tempo e exige atenção e análise.

Mas garanto que desenvolver essa competência vai potencializar muito seus resultados pessoais.

Vamos então conhecer o que é a inteligência emocional? Vem comigo!

O que é inteligência emocional?

Daniel Goleman, o pai da inteligência emocional, define ela por dois pilares fundamentais: competências emocionais sociais e competências emocionais pessoais.

Competências emocionais sociais são as suas capacidades de se conectar com o próximo.

Competências emocionais pessoais que são as competências de se conectar com si mesmo.

Portanto podemos dizer que a inteligência emocional se define por um equilíbrio entre se conectar com si mesmo e com o próximo.

Para entendermos de forma mais prática o que é inteligência emocional vamos dividir o cérebro em dois hemisférios: esquerdo e direito.

O esquerdo é nossa percepção sobre as coisas de modo mais racional, crítico e lógico.

O direito é nossa percepção de maneira mais emocional, subjetiva e emotiva.

A inteligência emocional é quando conseguimos usar esses dois hemisférios do cérebro para fazer análises na nossa percepção de mundo.

Deste modo, fazer uma análise e captação usando a lógica e também as emoções.

Assim, conseguimos perceber as coisas pela percepção analítica mas, além disso, conseguimos adicionar emoções em nossas análises.

Como usar essa inteligência?

A inteligência emocional é usada para definir e fazer análises.

Por exemplo: devemos sim trabalhar. Mas não trabalhar por 15 horas e se desgastar ao extremo, sem ter tempo para darmos atenção aos filhos e família.

Conseguimos então desenvolver a habilidade de se conectar consigo (trabalhar) e também com o próximo (ter tempo para a família).

Partindo do que falamos anteriormente sobre os hemisférios e pilares, vou te dar um exemplo prático: como controlar a raiva.

Todos sabemos identificar quando estamos sentindo raiva, esse é um sentimento que provoca muitas reações biológicas nos seres humanos (orelhas queimando, inquietação, etc).

Tendo o autoconhecimento e sabendo identificar o momento em que a raiva está vindo, podemos fazer uma pausa e analisar o nosso redor para identificar, de forma racional e lógica, o que está nos causando essa sensação.

E então cortar o contato com o que está nos causando a sensação ruim.

Assim conseguimos evitar que a raiva alcance o ponto de explosão desagradável que todos conhecemos.

Portanto, desenvolver a inteligência emocional é um quesito que com certeza vai ajudar muito na sua vida pessoal e profissional!

Em nosso blog temos vários outros artigos sobre empreendedorismo e gestão, confira!

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.

Nós respeitamos sua privacidade. Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Entenda como funciona em nossa Política de Privacidade ENTENDI